Observamos nos últimos anos uma grande mudança de hábitos profissionais. Muitas empresas passaram a investir em modelos home-office aos seus funcionários, ao mesmo tempo que muitos profissionais passaram a trabalhar em casa por conta também.

O empreendedorismo digital alavancou oportunidades para isso.

Muitos empreendedores digitais estão formalizados no mercado como Microempreendedores Individuais (MEI). Essa categoria enquadra os profissionais que trabalham por conta própria e são legalizados como pequenos empresários.

A quantidade de MEIs ultrapassou o número de micro e pequenas empresas (MPEs) no Brasil. Desde 2008, ano de sua criação, até 2016, o país já contava com 5.720.194 MEIs e 4.777.069 MPEs.

Segundo o Portal do MEI, até setembro de 2017, o Brasil somava 7.349.541 MEIs. Por forma de atuação, 47% dos microempreendedores têm estabelecimento fixo, 24% trabalham porta a porta, 10% atuam em local fixo (fora da loja) e 10% na internet.

O restante do percentual possui atuação em televendas, correios e máquinas automáticas. É interessante observar um aumento crescente nos microempreendedores, inclusive os que trabalham no mercado digital.

O que são esses microempreendedores?

Trabalhar em casa tem as suas vantagens: flexibilidade de horário, ficar mais próximo da família, economia com transporte e alimentação e por aí vai. No entanto, sem organização e disciplina pode ir tudo por água abaixo.

Seguindo algumas dicas você pode desfrutar melhor do trabalho em casa e ainda ganhar uma boa renda a partir dele. Acompanhe um passo a passo para conseguir trabalhar em casa de forma eficiente:

1 – Separe um ambiente para trabalhar

O ideal é limitar um espaço para você desenvolver suas atividades sem distrações, ruídos e fluxo de pessoas.

Optar pelo quarto é uma boa ideia, já que se trata de um cômodo com maior privacidade.

Procure montar uma estrutura que você considera adequada para se acomodar melhor e poder trabalhar bem.

2 – Estabeleça horários

Muitos empreendedores têm dificuldades para trabalhar em casa logo no início por causa da não definição de carga horária.

O ofício em casa deve ser visto como qualquer outro externo, ou seja, com hora de entrada e saída.

Então, estabeleça horários que são convenientes para você, lembrando-se que trabalhar muito ou pouco irá comprometer a qualidade dos seus resultados.

3 – Faça um planejamento

Criar um planejamento é fundamental para trabalhar na internet. Trace seus objetivos e metas para alcançá-los.

Você pode optar por planos diários, semanais e/ou mensais dependendo da sua atividade. É importante fazer um planejamento e respeitá-lo. A prática da disciplina tornará o seu trabalho prazeroso e lucrativo!

Ideias para trabalhar em casa

1 – Lojas virtuais

O comércio eletrônico (e-commerce) é um dos setores virtuais que vem alcançando um bom faturamento nos últimos anos. Em 2016, o e-commerce cresceu aproximadamente 11% em relação ao ano de 2015 no Brasil, totalizando R$ 53,4 bilhões.

Para aproveitar esta oportunidade, você pode abrir uma pequena loja virtual para vender produtos de nichos específicos. Alguns exemplos são:

  • Cosméticos;
  • Acessórios;
  • Roupas;
  • Sapatos;
  • Artesanatos;
  • Materiais de decoração;
  • Produtos para animais de estimação.
Como criar a sua loja virtual?

Para abrir uma loja virtual, escolha um segmento que você se identifique e que apresente boas oportunidades de exploração de mercado.

Já para atrair e fidelizar clientes, é preciso investir em marketing digital. Ele pode criar um relacionamento entre você e os leitores, de forma que eles viram o seu fã.

Verifique a questão logística para entregar os produtos também. Uma opção de baixo custo é ser parceiro de empresas ou outros empreendedores e apenas vender os produtos, ganhar comissão e não precisar fazer a entrega ao consumidor.

Existem franquias virtuais que oferecem aos empreendedores uma loja virtual já montada para vender determinados produtos e/ou serviços. O modelo de franquia é uma alternativa a ser levada em conta também na hora de trabalhar em casa!

2 – Serviços freelancer

Saiba o que os seus clientes desejam mais e o que a sua empresa faz de melhor. Concentre-se em onde esses dois se encontram” – Kevin Stirtz

Oferecer serviços na internet é uma ideia prática para ganhar dinheiro. Concentre-se nas suas habilidades, ou seja, naquilo que você faz de melhor. E faça uma pesquisa de mercado para avaliar a demanda.

Quando você faz algo diferenciado que as pessoas se interessam, existe uma possibilidade de ganhos por ambas as partes.

 Edição de vídeos, design, redação, formatação de artigos acadêmicos são alguns exemplos de serviços para prestar a partir de qualquer ambiente.

3 – Marketing de afiliados

Apostar no marketing de afiliados pode ser uma alternativa para ganhar dinheiro sem sair do quarto.

Você pode se cadastrar em um programa de afiliados para incorporar publicidade em seu site/blog e receber comissões para cada venda realizada.

Falamos sobre como ser afiliado e ganhar uma renda extra neste artigo. Trabalhar em casa não tem segredo...

São diversas opções para você caminhar na direção do seu conforto financeiro!

No caminho da sua liberdade financeira

O Brasil está entre os países que possui milhões de pessoas que encontraram conforto financeiro por meio da internet.

Trabalhar em casa, produzir conteúdo para blogs, sites e redes sociais, gerenciar lojas virtuais, promover produtos, enfim, ser seu próprio chefe.

Esse é praticamente o diferencial que atrai os profissionais para o empreendedorismo digital. No entanto, muitas pessoas não sabem por onde começar.

Algumas admitem a falta de criatividade e até de experiência para concretizar um novo empreendimento.

Mas pouca gente sabe que é possível conquistar bons resultados sem experiência em negócios. Afinal, uma simples ideia pode se tornar um projeto diferenciado e lucrativo. Existem alguns modelos práticos para ganhar dinheiro trabalhando desde um computador.

E o melhor: sem precisar de um alto investimento. Você pode começar um negócio na internet com os recursos financeiros que você tem hoje. Busque investir em conhecimento e nas ferramentas eficientes para alavancar a sua liberdade financeira.